Posts com Tag ‘internet’

cabo submarino

A internet chega até nós via milhares de quilômetros de cabeamento físico, e boa parte dele tem que se estender sob o mar, a fim de tornar a rede verdadeiramente internacional. É isso que há dentro deles.

Quando os cabos submarinos não estão sendo espionados pelos EUA ou cortados por criminosos, eles têm que lidar com algumas condições bem adversas. A água salgada de alta pressão não faz bem a nenhum link de comunicação – e nem deslocamentos geológicos e outras atividades abaixo do mar.

Por isso, a fibra óptica que permite assistir a vídeos de gato armazenados no outro lado do mundo é fortemente reforçada, para garantir que falhas de internet sejam uma exceção, e não a regra.

A fibra óptica é envolta em vaselina, e fica dentro de finos tubos de cobre ou alumínio. Eles são cobertos por policarbonato, e então por uma barreira de alumínio, que impede a entrada de água. Ao redor dela, ficam os grossos cabos de aço que você vê na imagem acima; por sua vez, eles são envoltos por um filme poliéster boPET. Tudo é então coberto por uma camada externa de polietileno. (mais…)

Anúncios

Muita coisa já foi dita sobre o saber tecnológico ao longo dos anos. Que tal uma volta ao passado?

Ao longo dos anos, muita coisa memorável têm sido dita sobre tecnologia. Umas foram eloqüentes; outras revelaram uma miopia impressionante, ou ficaram para a história como piada. Que tal uma volta ao passado?
Note que foram consideradas apenas frases ditas por seres, o que deixou de fora, por exemplo, slogans publicitários. No entanto, foram incluídos personagens da ficção, sejam humanos, caninos ou máquinas.
Como é difícil classificar declarações pelo seu nível de notoriedade, o critério foi menos científico. Foi criado um fator chamado “googlesidade”, que é o número de resultados que o Google retorna para cada frase.

Vamos começar por ordem crescente de “googlesidade” (pontos). (mais…)

Seu laptop tem Wi-Fi. Seu celular tem Wi-Fi. Sua câmera tem Wi-Fi. E se você quiser andar de jumento e precisar de internet? Sem problemas: esse antigo meio de transporte agora faz parte do século XXI.

É uma história um pouco bizarra, vinda do Times of Israel. Um parque temático no país mostra como era a vida há 2.000 anos, incluindo passeios de burro – que ganharam uma novidade:

Para permitir aos visitantes enviar fotos e e-mails sobre sua experiência em tempo real, o administrador do parque, Menachem Goldberg, decidiu oferecer internet sem fio nos jumentos.

Cinco jumentos viraram hotspots Wi-Fi ambulantes, fornecendo acesso online aos visitantes. O parque tenta reproduzir a vida na Galileia dos séculos I e II, com roupas da época, edifícios rústicos e… burros conectados à internet.

parque Kfar Kedem planeja expandir o projeto para mais 25 jumentos. Se você for até lá, cuidado para não ser atropelado por um burro montado em outro, instagramando alguma foto em vez de prestar atenção no caminho. [via G1 e Gizmodo UK]

~\\|//~
 -(o o)- RODRIGO SILVA

O site Kickstarter mostrou mais uma invenção que é muito interessante para aqueles que gostam de jogos antigos.

GameDock como é chamado não é nenhuma novidade exclusiva, trata-se de um aparelho para jogar os games do iCade na sua televisão e o melhor, usando controles. Para isso é preciso conectar o GameDock na TV via cabo HDMI e usa um controle muito parecido com o NES 8 Bits. Ainda é possível jogar sem o uso da TV (se você não se importar com o tamanho da tela do iPhone ou do iPad).

Como é apenas um projeto, o GameDock não está a venda no mercado, mas pelo jeito isso não está muito longe de acontecer, os inventores pedem US$ 150 de cada pessoa interessada para ajuda no projeto e eles precisavam de US$ 5 mil, mas já contam com mais de US$ 10 mil.

via : Techguru
~\\|//~
 -(o o)- RODRIGO SILVA

relogio parado no tempo, google

Um dia é o período de rotação da Terra ao redor do seu eixo. Só que a rotação da Terra tem diminuído de velocidade: ou seja, os dias estão ficando umpouquinho maiores que 24h. Como a humanidade mede o tempo usando relógios atômicos estáveis, às vezes é preciso adicionar neles um segundo a mais.

Na sexta à noite (29/06/2012), a internet foi vítima de uma tempestade nos EUA:  capaz de derrubar servidores da Amazon que hospedam sites e serviços como Instagram e Netflix. (mais…)

Ah, o GIF. Se você ama a Internet, você ama aquele formato de arquivo de imagem comicamente comprimido e magicamente animado. Chamado oficialmente de Graphics Interchange Format, o GIF faz 25 anos hoje e tem uma longa história desde a sua origem humilde no GeoCities. Hoje ele é o queridinho da Internet.

É incrível como o GIF se reinventou de globos girando e sirenes de polícia nos terríveis sites da década de 1990 (heh) para se transformar na única forma de comunicação online (sem ser vídeo) capaz de traduzir verdadeiramente emoções através da rede. (mais…)

Eu já tinha falado sobre o INICIO de uma nova era

E ela chegou…

Toda uma nova versão da internet está prestes a começar. 06/06 para o IPv6! Ele chegou para nos salvar da falta de endereços IPv4. Se tudo parece o mesmo que antes, ótimo: quer dizer que tudo correu como o planejado. (mais…)

Em 1985, foi registrado o primeiro domínio pontocom da história: Symbolics.com . Apenas seis domínios .com foram registrados naquele ano; hoje, são 668 mil por mês, diz a BBC.

O domínio “.com” usado no endereço que registra e dá acesso a milhares de sites completou nesta quinta-feira (15) 27 anos desde seu primeiro registro, o “symbolics.com”, feito no dia 15 de março de 1985.

O registro foi feito pela empresa  Symbolics Computer Corporation, de Massachussts, Estados Unidos.

Até o momento, o domínio “.com” é o mais utilizado em toda a internet, com 101,4 milhões de registros.

O centésimo endereço “.com” foi registrado apenas 990 dias após o primeiro. Só no último domingo (11), por exemplo, 100 mil novos domínios “.com” foram registrados durante 24 horas, de acordo com a empresa Statista.

O endereço “insure.com” é o nome de domínio mais caro já negociado: R$ 28,8 milhões (US$ 16 milhões), seguido por “sex.com”, que atingiu R$ 23,4 milhões (US$ 13 milhões).

[EK] Veja uma lista dos 100 domínios .com mais velhos no iWhois.com .

~\\|//~
 -(o o)- RODRIGO SILVA

Um endereço IP faz a conexão entre a URL que você digita no navegador e o servidor que hospeda o site. Ano passado, ficamos receosos porque os endereços IP acabaram. Precisamos de mais! Felizmente, o padrão IPv6 permite mais endereços – muito mais, na verdade: ele até me fez usar a palavra “undecilhão”.

Undecilhão? Sim, são mil decilhões. Para você que curte notação científica, o IPv6 permite criar até 2^128 endereços IP, ou seja: 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 endereços. É, acho que vai demorar um pouco até precisarmos de mais.

O IPv6 será permanentemente ativado por grandes sites – como Google, Facebook, Bing e Yahoo – a partir de 6 de junho. Até esta data, grandes provedores de internet – como AT&T, Comcast e KDDI – também vão garantir acesso através do novo protocolo, e Cisco e D-Link vão ativá-lo por padrão em seus roteadores domésticos. 06/06 para o IPv6!

Você pode conferir aqui se você está pronto para o IPv6. O sistema que usamos hoje, o IPv4, permite até 4,3 bilhões de endereços IP. Isso parecia muito na época em que o padrão foi criado, em 1981. Peraí, será que 340 undecilhões serão pouco daqui a mais 30 anos?

[Internet Society viaOfficial Google Blog via Engadget]

~\\|//~
 -(o o)- RODRIGO SILVA

Ah, os áureos tempos do ICQ. Você se lembra deles? Lembra de ficar até tarde no computador teclando com os seus amigos, ao som de “uh-ohs” e “toc-toc-tocs”, enquanto tentava decorar aquele número de identificação gigante? Nem parece que faz tanto tempo, mas essa semana, mais precisamente dia 15 de novembro, o programa da florzinha verde debutou e completou quinze anos de existência.

O ICQ, sigla referente à expressão americana “I Seek You” (Eu procuro você), foi criado por quatro jovens israelenses, que fundaram a empresa Mirabilis, em 1996. O serviço teve o auge da sua popularidade em 1998, quando a America Online (AOL) resolveu comprá-lo por US$ 400 milhões. A AOL, no entanto, já tinha um comunicador bastante conhecido, o AIM (AOL Instant Messaging) e, com isso, o ICQ acabou perdendo espaço para o próprio companheiro de casa e outros serviços concorrentes, como MSN.

Até janeiro de 2010, meses antes do ICQ ser vendido para uma empresa russa chamada Mail.ru – antiga Digital Sky Technologies -, ele tinha sido completamente esquecido nessa imensidão de serviços de instant messaging e redes sociais. Mas, com a chegada da nova versão (7.5), o serviço ganhou outra cara, novas funcionalidades e passou a apostar na integração com o Twitter, Facebook, YouTube e Flickr. A interface do ICQ passou a funcionar mais rápido e adicionou recursos de compartilhamento de fotos, além de puxar contatos de emails e ganhar aplicativos para plataformas móveis como iOS (iPhone, iPad e iPod), Android e Windows Mobile.

Hoje em dia, o ICQ está na versão 6.5, que conta com tradução em 26 línguas (inclusive português!), VOIP, atualização via sms. comunidades online e até cartão virtual. O programa deve estrear a nova versão 7 em breve, que promete várias novidades! Enquanto ela não chega, que tal matar a saudade dos velhos tempos? Desenterre seu ICQ Number, entre no site e faça o download! Difícil vai ser achar alguém online…