[GOOGLE] Muito mais Google..o senhor das buscas..Google+

Publicado: 30/06/2011 em Android, Cotidiano, Google, Internet, Microsoft, Mundo, Notícias, Segurança da Informação, Sistemas Operacionais, Tecnologia
Tags:

A ideia de uma grande rede social do Google pulula há anos. Desde o Orkut, rede comprada e adaptada — e hoje completamente defasada –, a empresa vem sendo cobrada por uma resposta ao crescimento do Facebook e do Twitter. Você busca, você encontra, mas as opções de compartilhamento dentro de sua importante conta do Google — pelo Buzz ou pelo +1 — são limitadas e, principalmente, rígidas demais. Palavras do próprio Google. Por isso hoje a gigante das buscas começa a dar seus primeiros passos no mundo social: conheça o Google+.

Para o Google, as formas de conexão online atuais são “quebradas”. O motivo é simples: a interação por meio de redes sociais elimina incontáveis nuances, gestos, pequenos detalhes que tornam as trocas humanas tão importantes. E é exatamente isso que o Google quis desenvolver em seu projeto secreto que começar a tomar forma hoje. Mas qual o caminho para isso?

Basicamente, todas as tentativas sociais do Google nos últimos anos falharam. Soluções como o Buzz criaram mais buzz à respeito de questões de privacidade do que sobre a oportunidade de compartilhamento — algo simples demais e facilmente feito em várias redes. O desafio da empresa parece claro: tornar a ação social em algo extremamente integrado à conta do Google, às buscas e ao caminho que as pessoas fazem na internet.

Por isso, o Google+ começa como uma barra negra no topo da página inicial do Google. Além de imagens, busca e mapas, chama a atenção o primeiro tópico — “You”. Nele, há um pacote de opções, as primeiras interações do Google+, como os Círculos, Sparks e Hangouts.

Compartilhando novidades

O primeiro deles, os Círculos, é “o coração do sistema”, nas palavras de Vic Gundotra, um dos gurus do projeto. Nele, os usuários criarão pequenos mundos, juntando grupos de contatos para compartilhar informações ou simplesmente conversar. Nada que o Facebook não tenha feito com os Grupos, não? A diferença, aqui, é a capacidade do Google de tornar o ato de criar e compartilhar informações com um grupo em algo extremamente intuitivo, quase natural — é só selecionar as pessoas, juntá-las em um formato drag and drop e pronto.

O Sparks pode ser confundido com uma barra de buscas comum do Google, mas há, claro, o elemento social embutido. Ele é como um grande amigo para você: basta colocar algo que lhe interesse na busca e ele encontrará coisas compartilhadas na internet que podem ser de seu interesse. A busca vai além de links, encontrando vídeos, livros, fotos e tudo que o Google já indexou para o usuário adicionar os tópicos em sua lista de interesses. Aqui, o Google aposta no crescimento do compartilhamento de fotos e vídeos feitas por usuários de Android, que terão um app específico para fazer upload instantâneo direto no Google+.

Falando em Android, o Huddle é uma das ferramentas que apostam no sistema operacional do Google, mas sem esquecer de outras plataformas. Dentro do app do Google+, o Huddle é um serviço de mensagem que funciona em Androids, iOS ou até mesmo com SMS para conversas dentro dos Círculos. Para ir além do simples chat, há o Hangouts, o novo sistema de vídeochamada do Google. A ideia é transformar a conversa em vídeo pela internet em algo menos  estranho do que é hoje. Com os círculos e o botão Hangouts, o usuário sabe quem quer bater um papo em vídeo — e ainda convida o resto do Círculo para a conversa.

Os próximos passos

O Google vem trabalhando há anos na melhor solução social para a legião de usuários que adora seu e-mail, mas ainda prefere subir suas fotos no Facebook. Não é fácil enfrentar uma rede com mais de meio bilhão de pessoas. O caminho escolhido foi tornar a experiência tão intrínseca ao uso do Google que será difícil escapar. Mas não espere grandes revoluções instantâneas (as novidades devem chegar aos poucos para todos os usuários). A razão é simples e foi bem explicada por MG Siegler, do TechCrunch:

A verdade é que o Google não está querendo fazer muito barulho com o Google+. Isso não quer dizer que eles não tenham grandes esperanças no produto. Ou porque eles acham que não vale a pena. Na verdade, o motivo real é que o que está sendo exibido hoje é apenas o primeiro passo para algo muito maior. Quando conversei com Gundotra e Horowitz na última semana, eles deixaram um ponto muito claro. Na cabeça deles, o Google+ é mais do que um produto social, ou até uma estratégia social. Ele é uma extensão do Google. Por isso mesmo, Google+.

Só o tempo dirá se a integração total entre sua conta e soluções sociais práticas fará do Google um gigante do mundo social. Mas parece que eles finalmente encontraram um caminho para conectar diversas pessoas em poucos cliques, em interfaces intuitivas e que vão além da tela do PC. E você? Está disposto a mergulhar no Google+?

[Google]

~\\|//~
 -(o o)- RODRIGO SILVA
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s